top of page

Aparelho Autoligado | OrtodontistaCuritiba

Atualizado: 19 de set. de 2023


Aparelhos podem alinhar o posicionamento de seus dentes e maxilares.

Um ortodontista pode recomendá-los para ajudar a alinhar dentes tortos, modificar o espaçamento entre os dentes ou corrigir uma mordida ruim.

Quando você usa aparelho, pequenos acessórios chamados braquets são presos aos dentes.

Um fio de metal fino chamado arco passa por esses braquets. O arco é ajustado gradualmente para aplicar força, movendo os dentes para a posição desejada.

Para que os braquets funcionem de forma eficaz, o arco deve permanecer preso nos braquets.

Os aparelhos tradicionais conseguem isso usando elásticos ou laços de metal.

Em contrapartida, os aparelhos autoligados usam um sistema embutido no próprio braquet para segurar o arco.

Continue lendo para saber mais sobre aparelhos autoligados, seus potenciais prós e contras e muito mais.

Aparelhos autoligados vs. aparelhos tradicionais

Os aparelhos autoligados usam um sistema de encaixe embutido para prender o arco aos braquets.

Você também pode encontrar menção a este sistema como braquets autoligados.

Este método é diferente dos braquets tradicionais, nos quais pequenos elásticos ou tiras de metal são aplicados aos braquets para manter o fio no lugar.

Estes são chamados de ligaduras.

Ao falar sobre braquetes autoligados, é importante saber que na verdade existem dois tipos de braquets autoligados:

ativos e passivos. Ambos os tipos usam uma pequena porta ou mecanismo semelhante a uma tampa para fechar o braquet:

  • Os suportes ativos usam um mecanismo de mola deslizante. Eles pressionam o arco, aplicando uma força ativa.

  • Os suportes passivos usam um mecanismo deslizante simples. Ao contrário dos braquets ativos, eles não pressionam o fio.

Eles precisam de aperto?


Assim como os aparelhos tradicionais, os aparelhos autoligados ainda requerem ajustes periódicos.

Durante esses ajustes, seu ortodontista avaliará seu progresso e poderá ajustar ou substituir seu arco.

Os ajustes podem modificar a força aplicada em seus dentes, ajudando-os a se mover gradualmente para suas novas posições.

Eles são confortáveis ​​ou machucam?

Assim como os aparelhos tradicionais, os aparelhos autoligados podem causar desconforto.

Isso pode ser particularmente comum quando inicia o tratamento ou depois de ter uma consulta periódica de ajuste.

Em alguns casos, os aparelhos autoligados podem causar menos desconforto do que os aparelhos tradicionais se o usuário conseguir uma higiene bucal adequada ao usá-los.

Em um estudo compararam a qualidade de vida de 150 pessoas em tratamento ortodôntico com aparelhos tradicionais com o mesmo número de pessoas em tratamento com autoligados.

Os pesquisadores descobriram que, as pessoas com aparelhos tradicionais relataram mais dor do que aquelas com aparelhos autoligados, essa diferença entre os dois não foi estatisticamente significativa.

Benefícios do aparelho autoligado


Existem vários benefícios potenciais no uso de aparelhos autoligados. Esses incluem:

  • Visitas mais curtas ao ortodontista. Para braquetes tradicionais, as ligaduras individuais devem ser substituídas durante um ajuste. De um modo geral, abrir e fechar braquetes autoligados durante um ajuste é menos demorado.


  • Limpeza mais fácil. As ligaduras elásticas podem reter partículas de alimentos dentro e ao redor de seus suportes. A ausência de ligaduras nos aparelhos autoligáveis ​​pode torná-los um pouco mais fáceis de limpar.


  • Menos desconforto. É possível que você sinta menos desconforto com aparelhos autoligados do que com aparelhos tradicionais.


O tratamento com autoligados é mais eficaz e mais rápido?

Você já deve ter ouvido falar que usar aparelhos autoligados é mais rápido ou mais eficaz do que usar aparelhos tradicionais.


No entanto, as últimas pesquisa disponível não confirmam esta afirmação.

A duração do seu tratamento depende em grande parte da sua condição, ou seja do seu caso especificamente.


Em outro estudo recente compararam os aparelhos autoligados com os tradicionais em 62 pessoas que fizeram extrações dentárias necessárias em seus tratamentos.


Não encontraram diferença entre os dois na duração do tratamento ou no número total de visitas ortodônticas.


Os aparelhos autoligados podem acelerar alguns tratamentos, isto dependerá da avaliação do ortodontista e da cooperação do paciente.


Constataram que o alinhamento dos dentes superiores foi significativamente mais rápido nos 4 meses iniciais de tratamento com aparelhos autoligáveis.

Existem riscos ou precauções?

Existem alguns riscos potenciais para aparelhos autoligáveis.

Uma delas é a falha do braquete.

É possível que aberturas e fechamentos repetidos de braquetes autoligados possam causar desgaste.

Por causa disso, eles podem não fechar eficientemente.

Se o barquete precisar ser substituído, isso exigirá consultas mais longas e poderá prolongar a duração do tratamento.

Os outros riscos associados aos aparelhos autoligados são semelhantes aos dos aparelhos tradicionais e podem incluir:

  • Cárie dentária. Partículas de alimentos podem ficar presas em qualquer tipo de aparelho. Isso pode fazer com que a placa bacteriana se acumule e aumente o risco de cáries.

  • Recidiva. Se você não usar a contenção depois de remover o aparelho, é possível que seus dentes comecem a voltar às suas posições antigas.

De um modo geral, os aparelhos autoligados são mais caros do que os aparelhos tradicionais.

Isso ocorre porque eles usam um tipo mais avançado de tecnologia.

Outros fatores que podem contribuir para o custo incluem coisas como a quantidade de correção necessária e a duração total do seu tratamento.

Além disso, os investimentos variam de acordo com o profissional e a experiência deste.

Quem deve usar aparelho autoligado?

O uso de aparelhos autoligados pode depender de fatores como sua condição específica, seu plano de tratamento e seu orçamento.

Normalmente são indicados para dentes com mal posicionamento de médio para acentuado. O ortodontista saberá indicar para maximizar o resultado em casos específicos.

Resumo

Os aparelhos autoligados usam um mecanismo embutido no braquetes para manter o arco no lugar. Isso contrasta com os aparelhos tradicionais, que usam laços elásticos ou fios de metal para prender o arco.


Pessoas com aparelhos autoligados podem ter consultas com o ortodontista mais curtas, limpeza mais fácil e menos desconforto.


Os braquetes autoligados devido a seus mecanismos diferenciados normalmente apresentam maior volume o que pode potencializar quebras durante o tratamento, mas isto dependerá da marca e modelo do braquete.


Se você se interessou pelos aparelhos autoligados, converse com seu ortodontista, ele ajudará a determinar se os aparelhos autoligados são adequados e vantajosos para o seu tratamento.


Com quantos anos pode colocar aparelho fixo?


A idade mais comum para se colocar aparelho fixo é durante a adolescência. Crianças que apresentam alguma necessidade de correção com aparelho fixo, devem iniciar o tratamento após a troca da dentição decídua (de leite) pela permanente. Isso ocorre normalmente a partir dos 11 anos.

O uso de aparelho ortodôntico na adolescência é amplamente aceito entre os jovens o que facilita o tratamento.







Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page