Importância da Prevenção | OrtodontistaCuritiba

Atualizado: 26 de abr.


A saúde dos dentes, da boca e das estruturas faciais é fundamental para a saúde e o bem-estar geral de uma pessoa. As doenças e condições bucais e faciais incluem:


As pessoas que não têm acesso a serviços preventivos e tratamento odontológico apresentam maiores índices de doenças bucais.


A capacidade de uma pessoa ter acesso a cuidados de saúde bucal está associada a fatores como nível educacional, renda, raça e etnia.


Falando em saúde da boca estes são os fatores que devem ser praticados:

  • Aumentar a conscientização sobre a importância da saúde bucal para a saúde e o bem-estar geral.

  • Aumentar a aceitação e adoção de intervenções preventivas eficazes.

  • Facilitar o acesso a serviços preventivos.


A saúde bucal é essencial para a saúde geral. Uma boa saúde bucal melhora a capacidade de uma pessoa falar, sorrir, cheirar, saborear, tocar, mastigar, engolir e fazer expressões faciais para mostrar sentimentos e emoções.


No entanto, doenças bucais, das cáries ao câncer bucal, causam dor e incapacidade significativas para muitos brasileiros.


Bons cuidados, como escovar os dentes com creme dental com flúor, usar fio dental diariamente e tratamento profissional, é fundamental para uma boa saúde bucal.


Os comportamentos nocivos que podem levar a problemas de saúde bucal incluem:


As barreiras que podem limitar o uso de intervenções e tratamentos preventivos por uma pessoa incluem:


  • Acesso limitado e disponibilidade de serviços odontológicos.

  • Falta de conscientização sobre a necessidade de cuidados.

  • Custo.

  • Medo de procedimentos odontológicos.


Há também determinantes sociais que afetam a saúde bucal. Em geral, pessoas com níveis de escolaridade e renda mais baixos, e pessoas de grupos raciais/étnicos específicos, apresentam maiores taxas de doença.


Pessoas com deficiência e outras condições de saúde, como diabetes, são mais propensas a ter problemas de saúde bucal.

Muitas doenças sistêmicas podem surgir a partir de problemas bucais como é o caso da Endocardite Bacteriana.


Uma publicação recente do Centers for Disease Control and Prevention (CDC) relatou que, apesar dos selantes dentários prevenirem mais de 80% das cáries dentárias, apenas 1 em cada 3 crianças de 6 a 8 anos tem um selante dentário.


A falta de acesso a cuidados dentários para todas as idades continua a ser um desafio.

Percebendo todas estas questões, o programa STOP foi criado.


STOP - Sistema de Tratamento Odontológico Preventivo





8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo